Porquê você não deve usar sempre o mesmo perfume!

0 4.657

Será que devo usar sempre o mesmo perfume? Veja a resposta para essa dúvida recorrente no artigo a seguir.

Você está na dúvida se deve usar sempre o mesmo perfume e ter uma “marca pessoal” ou ter várias fragrâncias diferentes?

Não se preocupe, eu te entendo e sei que essa é uma pergunta que muitas pessoas que gostam de se perfumar se fazem.

A resposta é que você NÃO deve usar sempre o mesmo perfume e a razão disso é o que você vai saber ao longo deste artigo

Ah, se você ficar com alguma dúvida, deixe um comentário ao final do texto. Ficarei feliz em responder.

Você vai gostar:

Os 13 perfumes masculinos que todo mundo gosta

Veja quais são os 21 perfumes femininos importados mais vendidos no Brasil

E aí, será que devo usar sempre o mesmo perfume?

Embora tenhamos evoluído como espécie, ainda guardamos muitos sinais da nossa ancestralidade. E onde é mais fácil perceber isso é nos nossos sentidos, por exemplo no olfato.

Uma das funções do olfato – assim como nos animais é até hoje – era identificar um perigo. Sendo assim, quando um cheiro se tornava familiar e não representava mais perigo, ele deixava de ser sentido.

Com os perfumes acontece a mesma coisa, embora o perfume não represente nenhum risco à nossa sobrevivência, nosso cérebro se acostuma com a fragrância e passa a não senti-la mais.

Daí uma reclamação recorrente de muitos clientes:

-Ah, esse perfume é verdadeiro?

-Mudou alguma coisa na fórmula?

-Esse último que eu comprei quase não estou sentindo o cheiro.

Um outro problema decorrente do primeiro, que ocorre quando a pessoa usa o mesmo perfume por muito tempo é acabar exagerando as passadas, o que acaba se tornando inconveniente e invasivo com outras pessoas.

Veja também:

Conheça 5 curiosidades sobre o olfato

Veja aqui como o olfato garantiu a sobrevivência dos mamíferos.

Portanto siga essas dicas abaixo:

Será que devo usar sempre o mesmo perfume
Varie seu perfume de acordo com o clima e a ocasião

NÃO USE SEMPRE O MESMO PERFUME!

O ideal é que você nunca use o mesmo perfume mais do que dois vidros seguidos.

E mais, tenha pelo menos três diferentes perfumes, para usar de acordo com a ocasião para que você não perca o prazer de sentir o seu próprio perfume.

Um mais leve para dias de calor e para o dia a dia, um mais denso para noites mais frescas, festas e baladas e um mais formal e elegante para o trabalho.

CRIE UM RITUAL DE BORRIFADAS

Se você é fiel a um perfume, ou como dizem por aí: “Esse é o meu cheiro”, você deve criar um ritual de borrifadas e quantidade de aplicação.

Como dito acima, por não sentir mais o cheiro do perfume, a tendência é que as pessoas acabem aplicando mais perfume que o normal.

Além de ser um desperdício, certamente as demais pessoas já estarão sentindo seu perfume, portanto exagerar será um inconveniente.

Quantos perfumes devo ter?

Embora a resposta para essa pergunta seja bastante pessoal e envolva os tipos de ambiente que a pessoa frequenta, além de fatores como clima, quantidade de perfume aplicada e poder aquisitivo, para simplificar eu diria que todo mundo deveria ter ao menos 3 perfumes.

Um mais suave e menos marcante para o dia a dia e trabalho, um mais marcante e encorpado para os dias frios e ocasiões especiais e outro marcante, porém menos encorpado, que seja mais leve para os dias mais quentes.

E você, é daqueles que gostam de ter sempre o mesmo cheiro ou muda de perfume conforme a ocasião?

Comenta aqui embaixo.

Abraço.

Jason Brum

Saiba o que são perfumes contratipos.

Saiba o que são perfumes flankers

Compre seus perfumes clicando nos botões abaixo:

Deixe uma resposta

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Consulte mais informação

Política de Privacidade e Cookies