Como é o funcionamento de um avião e como essas máquinas se sustentam no ar

0 201

Como é o funcionamento de um avião e como essas máquinas se sustentam no ar

O avião é uma das invenções mais revolucionárias da história humana. Em pouco mais de um século, essa máquina transformou a forma como nos deslocamos, conectamos e experimentamos o mundo. 

Neste artigo, exploraremos o funcionamento básico de um avião, incluindo os princípios da aerodinâmica, os principais componentes e as operações essenciais que permitem o voo.

Veja também: Os 5 erros mais estúpidos cometidos por pilotos que causaram acidentes aéreos.

1. Princípios da Aerodinâmica

Os aviões voam graças a quatro forças básicas da aerodinâmica: sustentação, peso, tração e arrasto.

  • Sustentação (Lift): É a força que permite ao avião subir e permanecer no ar. Ela é gerada pelas asas, que têm um design especial chamado perfil aerodinâmico. Quando o ar flui sobre as asas, ele se move mais rápido na parte superior e mais lento na parte inferior, criando uma diferença de pressão. Essa diferença de pressão gera sustentação.
  • Peso (Weight): É a força da gravidade puxando o avião para baixo. Para um avião decolar, a sustentação precisa superar o peso.
  • Tração (Thrust): É a força produzida pelos motores, empurrando o avião para frente. Dependendo do tipo de avião, a tração pode ser gerada por hélices ou turbinas a jato.
  • Arrasto (Drag): É a resistência do ar ao movimento do avião. O design aerodinâmico de um avião busca minimizar o arrasto.

2. Principais Componentes do Avião

  • Asas: São fundamentais para a sustentação. Além do perfil aerodinâmico, as asas possuem dispositivos como flaps e slats, que podem ser estendidos ou retraídos para alterar a quantidade de sustentação produzida.
  • Motores: Dependendo do modelo, o avião pode ter motores a pistão, turbinas a jato ou motores elétricos. Eles fornecem a tração necessária para o voo.
  • Estabilizadores: Localizados na cauda, eles mantêm o avião equilibrado e direcionado corretamente. O estabilizador horizontal controla o pitch (inclinação para cima ou para baixo) e o estabilizador vertical controla o yaw (movimento lateral).
  • Trem de Pouso: Permite que o avião decole aterrisse com segurança.

Pressa, mau tempo, arrogância: Entenda os fatores que causaram o maior acidente aéreo da história.

3. Operações Básicas

  • Decolagem: O piloto acelera o avião na pista até atingir a velocidade necessária para a sustentação superar o peso. Uma vez no ar, o trem de pouso é recolhido.
  • Cruzeiro: É a fase mais longa do voo, onde o avião se desloca à altitude e velocidade cruzeiro.
  • Aterrissagem: O piloto reduz a velocidade e estende o trem de pouso. Flaps são usados para aumentar a sustentação a velocidades mais baixas.

O funcionamento de um avião é uma combinação de física, engenharia e operação habilidosa. Enquanto os princípios aerodinâmicos são constantes, a tecnologia e os métodos para aproveitar esses princípios continuam a evoluir, permitindo aviões mais eficientes, rápidos e seguros.

Como o avião se sustenta no ar

A habilidade de uma máquina pesada voar e permanecer no ar tem sido objeto de fascínio e estudo há séculos. A combinação de princípios aerodinâmicos e inovações tecnológicas permite que o avião, assim como outras aeronaves e seres vivos, se sustente no ar. Vamos explorar mais detalhadamente esses fatores.

Correntes Térmicas

As correntes térmicas, também conhecidas como térmicas, são colunas de ar que sobem devido ao aquecimento desigual da superfície da Terra pelo Sol. 

O ar sobre uma área mais quente (como um campo aberto ou asfalto) se aquece, torna-se menos denso e sobe. 

Aves, especialmente as grandes como o condor, bem como veículos como o planador e o asa-delta, utilizam essas correntes térmicas para ganhar altitude sem a necessidade de bater as asas ou usar um motor.

O Papel das Aves

Aves, como o condor andino, são mestres na arte de aproveitar as correntes térmicas. O condor, com sua envergadura impressionante, é capaz de planar por horas, subindo e descendo nas térmicas sem bater as asas. 

Estudar o voo das aves foi fundamental para os primeiros aviadores compreenderem os princípios da sustentação e da aerodinâmica.

Asa-Delta e Planadores

Tanto o asa-delta quanto os planadores não possuem motores. Eles dependem inteiramente da aerodinâmica e da capacidade de aproveitar as correntes de ar, como as térmicas, para se manterem no ar.

A forma das suas asas permite que produzam sustentação ao se moverem através do ar, e a habilidade do piloto em encontrar e usar correntes térmicas determina quanto tempo podem permanecer voando.

Veja também: Os 13 comportamentos mais irritantes de passageiros de avião.

O Papel do Motor

No caso de um avião, o motor tem um papel fundamental. Ele fornece a tração necessária para mover o avião através do ar a uma velocidade que permite que as asas gerem sustentação suficiente para superar o peso da aeronave. 

Ao contrário de aves, asa-deltas e planadores, um avião não depende de correntes térmicas para voar, embora possa se beneficiar delas em determinadas situações.

Como é o funcionamento de um avião: Asas e Flaps

As asas são o principal componente que permite ao avião gerar sustentação. Seu formato, conhecido como perfil aerodinâmico, é projetado para maximizar a sustentação e minimizar o arrasto. 

Os flaps, que são extensões móveis na parte traseira das asas, são usados principalmente durante a decolagem e aterrissagem. 

Ao serem estendidos, os flaps aumentam a área da superfície da asa e alteram seu perfil, permitindo que a aeronave gere mais sustentação a velocidades mais baixas, o que é crucial durante a decolagem e aterrissagem.

Como é o funcionamento de um avião

Conclusão

O ato de voar e se manter no ar envolve uma combinação complexa de física, biologia e tecnologia. Seja aproveitando correntes térmicas, como o condor e o asa-delta, ou usando motores poderosos e asas bem projetadas, como aviões, o céu está repleto de exemplos incríveis de sustentação em ação.

Para finalizar

Se o nosso conteúdo te ajudou, você pode nos retribuir a ajuda contratando alguns dos serviços de viagem utilizando nossos links afiliados. Você não paga nada a mais por isso e nosso site recebe uma pequena comissão.

Obrigado e boa viagem.

Artigos úteis em viagens

Passagens aéreas

Hospedagem em qualquer lugar do mundo

Aluguel de carro em quase todos os países

Seguro viagem

Tickets, passeios e experiências

Passagens de ônibus no Brasil

Deixe uma resposta

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Consulte mais informação

Política de Privacidade e Cookies