O Visual Disco do Final da Década de 70: Filmes, Novelas, Roupas, Acessórios e Estilo Feminino

0 37

O Visual Disco do Final da Década de 70: Filmes, Novelas, Roupas, Acessórios e Estilo Feminino

A década de 70 foi marcada por uma explosão de cores, brilhos e ritmos contagiantes. O visual disco, em particular, tornou-se uma das maiores tendências da época, influenciando não apenas a música, mas também a moda, o cinema e a televisão.

Neste artigo, mergulharemos no universo vibrante do final dos anos 70, explorando os filmes, novelas, roupas, acessórios e o estilo feminino que definiram essa era icônica.

Filmes: A Febre da Discoteca na Tela Grande

Quando falamos em visual disco e cinema, é impossível não mencionar “Os Embalos de Sábado à Noite”, estrelado por John Travolta. O filme, lançado em 1977, capturou a essência da cultura disco e se tornou um marco cultural. A trilha sonora, dominada pelos Bee Gees, e os movimentos de dança de Travolta, vestido com seu icônico terno branco, definiram a estética da época.

Outro filme que merece destaque é “Thank God It’s Friday”, que, embora menos popular, também mergulhou fundo na cena disco, mostrando a vida noturna e a paixão pela dança.

Novelas: A Era Disco Invade as Telinhas

No Brasil, as novelas são um termômetro cultural. Durante o final dos anos 70, a influência disco era evidente. Novelas como “Dancin’ Days”, de 1978, trouxeram para o horário nobre a atmosfera das discotecas, com personagens vestindo as roupas típicas da época e dançando ao som das músicas mais populares. A novela foi tão influente que impulsionou ainda mais a moda disco no país.

Visual Disco nas roupas: Brilho, Lantejoulas e Muito Glamour

O visual disco era sinônimo de extravagância. As mulheres adotaram vestidos justos, muitas vezes feitos de tecidos brilhantes ou cobertos de lantejoulas. As calças boca de sino, feitas de tecidos como cetim ou veludo, eram uma escolha popular tanto para homens quanto para mulheres.

Os macacões, justos e com decotes profundos, também se tornaram um item essencial no guarda-roupa feminino. Eles eram frequentemente usados em cores vibrantes, como rosa choque, azul elétrico ou dourado.

Acessórios: Completando o visual Disco

Os sapatos plataforma eram o calçado de escolha para muitas mulheres da época. Altos e muitas vezes decorados com glitter ou lantejoulas, eles eram perfeitos para dançar a noite toda. Já os colares e brincos eram grandes e chamativos, complementando o visual exuberante.

As bolsas de mão, muitas vezes em formatos geométricos e feitas de materiais brilhantes, eram o acessório perfeito para carregar o essencial durante uma noite na discoteca.

Estilo Feminino: Empoderamento e Sensualidade

O final da década de 70 foi um período de empoderamento feminino, e isso se refletiu na moda. O visual disco permitiu que as mulheres expressassem sua sensualidade e confiança de uma maneira nunca vista antes. Cabelos volumosos, maquiagem marcante com muito glitter e cores vibrantes eram a norma.

A maquiagem, em particular, era dramática. Sombras metálicas, lábios brilhantes e blush marcado eram essenciais para conseguir o look perfeito. O cabelo, muitas vezes com permanente, era usado solto e volumoso ou em penteados elaborados.

Veja também: História Do Jeans: De Tecido Da Classe Trabalhadora Até O Sucesso Atual

Maiores Referências Femininas da Era Disco

Durante a era disco, várias mulheres se destacaram, não apenas na música, mas também na moda, no cinema e na televisão. Elas se tornaram ícones e referências, definindo o estilo e a atitude da época. Vamos explorar algumas dessas poderosas influenciadoras:

Donna Summer

Conhecida como a “Rainha da Disco”, Donna Summer dominou as paradas de sucesso com hits como “I Feel Love” e “Last Dance”. Seu estilo e voz inconfundíveis a tornaram uma das artistas mais emblemáticas da era disco.

Diana Ross

Ex-líder das Supremes, Diana Ross embarcou em uma carreira solo bem-sucedida nos anos 70, lançando faixas icônicas como “Upside Down” e “I’m Coming Out”. Seu estilo glamouroso e presença de palco carismática a estabeleceram como uma das maiores estrelas da década.

Gloria Gaynor

Com seu hino atemporal “I Will Survive“, Gloria Gaynor se tornou uma das vozes mais reconhecíveis da música disco. A canção não apenas dominou as paradas, mas também se tornou um hino de empoderamento feminino.

Cher

Embora sua carreira tenha começado antes dos anos 70, Cher reinventou-se durante a era disco com hits como “Take Me Home”. Seu estilo ousado e sua habilidade de se adaptar a diferentes tendências musicais a mantiveram no topo durante toda a década.

Debbie Harry

Líder da banda Blondie, Debbie Harry trouxe uma mistura de punk e disco para o mainstream. Com seu estilo punk-chic e atitude desafiadora, ela se tornou uma das figuras femininas mais influentes da época.

Liza Minnelli

No cinema, Liza brilhou em “Cabaret” e se tornou uma figura icônica da década. Seu estilo, talento e carisma a estabeleceram como uma das maiores artistas de sua geração.

Farrah Fawcett

No mundo da televisão e da moda, Farrah Fawcett se tornou um ícone com seu papel em “As Panteras” e seu icônico penteado, que foi copiado por mulheres em todo o mundo.

Estas mulheres não apenas definiram a era disco com sua música, estilo e talento, mas também pavimentaram o caminho para as futuras gerações de artistas femininas. Elas são lembradas não apenas por seus hits e looks icônicos, mas também por sua força, determinação e capacidade de quebrar barreiras em uma indústria dominada por homens.

Mulheres Brasileiras que Brilharam na Era Disco

No Brasil, a era disco também foi marcada por mulheres talentosas que deixaram sua marca na música, na televisão e na moda. Elas trouxeram uma mistura única de ritmos brasileiros com a influência internacional da disco music. Vamos conhecer algumas dessas estrelas:

Gal Costa

Uma das vozes mais icônicas da MPB, Gal Costa flertou com a disco music em algumas de suas canções durante os anos 70. Seu estilo e voz inconfundíveis a tornaram uma das artistas mais respeitadas do Brasil.

Rita Lee

Após sua saída dos Mutantes, Rita Lee embarcou em uma carreira solo bem-sucedida e experimentou diversos estilos musicais, incluindo a disco. Canções como “Lança Perfume” e “Baila Comigo” são exemplos de sua versatilidade e talento.

Frenéticas

Este grupo feminino se tornou sinônimo da era disco no Brasil. Com hits como “Dancin’ Days” e “Perigosa”, elas dominaram as paradas e as pistas de dança com sua energia contagiante.

Veja também: Ideias de penteados de madrinhas para cabelos crespos.

Marina Lima

Embora sua carreira tenha se estendido por várias décadas, nos anos 70, Marina Lima começou a ganhar destaque com sua voz suave e canções que flertavam com a disco music.

Alcione

A Marrom, como é carinhosamente chamada, tem uma das vozes mais potentes da música brasileira. Durante os anos 70, suas canções também foram influenciadas pela disco, e ela se estabeleceu como uma das maiores cantoras do país.

Sônia Braga

No mundo da televisão e do cinema, Sônia Braga se destacou não apenas por seus papéis em novelas como “Dancin’ Days”, mas também por sua beleza e estilo, tornando-se um ícone da moda da época.

Zezé Motta

Atriz e cantora, Zezé Motta se destacou no cinema com o filme “Xica da Silva” e também lançou álbuns nos anos 70, mostrando sua versatilidade e talento.

Estas mulheres brasileiras não apenas contribuíram para a rica tapeçaria musical e cultural do Brasil durante a era disco, mas também quebraram barreiras e estabeleceram novos padrões em suas respectivas áreas. Seu legado continua vivo, inspirando novas gerações de artistas e fãs.

Conclusão

O visual disco do final da década de 70 foi mais do que apenas uma tendência de moda. Foi um movimento cultural que influenciou diversas áreas, desde o cinema até a televisão. Representou uma época de liberdade, expressão e empoderamento feminino. Hoje, ao olharmos para trás, podemos apreciar e celebrar a riqueza e diversidade dessa era, que continua a inspirar gerações com sua audácia e glamour.

Deixe uma resposta

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Consulte mais informação

Política de Privacidade e Cookies