Serra Catarinense: venha sofrer nessas 4 cidades

As cidades mais frias do Brasil com paisagens que você não encontra em nenhum outro lugar do país.

0 395

Serra Catarinense: venha sofrer nessas 4 cidades

Se você pesquisou por serra catarinense, provavelmente já sabe alguma coisa sobre a região.

Sabe, por exemplo, que se trata da região com as cidades mais frias do Brasil, portanto se você não é lá muito resistente ao frio, vai sofrer bastante por lá, daí a brincadeira no título.

Porém, quem bate o queixo no frio ou para quem leva as temperaturas super baixas de boa, a serra catarinense vai te encantar com excelente culinária, povo hospitaleiro e natureza exuberante.

São paisagens de tirar o fôlego, não encontradas em nenhum outro lugar do país, turismo de aventura, clima romântico, vinícolas e uma atração à parte, que também falaremos nesse post, a Serra do Rio do Rastro.

Serra catarinense

Enfim, se você for aquela pessoa que tem verdadeiro horror ao frio, pode programar sua viagem para conhecer a Serra Catarinense no verão, com temperaturas agradáveis e suportáveis.

Mas, se a oportunidade de fazer uma viagem para a serra catarinense surgir no inverno mesmo, posso te garantir, que vale a muito pena preparar a roupa de frio e encarar o desafio.

Sobre a Serra Catarinense

A região da Serra Catarinense ocupa 16.000 km2, o que corresponde a 17% de todo o território do estado de Santa Catarina.

A população das 19 cidades pertencentes à região não ultrapassa 290 mil habitantes, daí você já pode ter uma ideia de como as cidades são tranquilas, com aquela calma e vida pacata de cidade do interior.

É claro que as cidades ficam movimentadas nas férias e feriados prolongados, sobretudo nos meses de inverno, mas ainda assim são destinos menos badalados e mais baratos, que Campos do Jordão e Gramado, por exemplo.

O turismo de inverno é realmente o forte da serra catarinense e muitos turistas buscam a região nessa época do ano, principalmente quando a meteorologia prevê neve.

Cidades da Serra Catarinense

Como eu disse no tópico anterior, a região da serra catarinense tem 19 cidades, mas as que possuem mais atrativos turísticos, assim como maior infraestrutura são as quatro citadas abaixo.

  • Urupema
  • Urubici
  • Bom Jardim da Serra
  • São Joaquim

Cidade mais fria do Brasil

Já comentei que a região é a mais fria do país, no entanto se você quer saber especificamente qual é a cidade mais fria do Brasil, a resposta é São Joaquim.

Você já deve ter visto em telejornais, os repórteres fazendo reportagens na cidade em frente aos termômetros da praça principal, quase sempre buscando temperaturas próximas de zero grau, ou abaixo disso.

Serra catarinense

Pelo fato de ser a cidade mais fria do país, é também a mais famosa e a que mais recebe turistas, porém a maior parte das atrações fica em suas vizinhas.

Mas calma, isso não é motivo para deixar São Joaquim de fora de sua viagem.

Por sua posição geográfica, a cidade de São Joaquim é uma excelente opção para servir de base para fazer os principais passeios da região da serra catarinense.

Você pode se hospedar em hotéis, pousadas ou em casas e apartamentos pelo AirBnb em São Joaquim, fazer os passeios diurnos e retornar para descansar a noite ou curtir os restaurantes da cidade.

Como chegar na serra catarinense

Vou utilizar a cidade de São Joaquim como referência para os cálculos abaixo, mas você pode ficar também na cidade de Urubici, já que a maior parte das atrações fica nesta cidade.

Se você mora em qualquer estado da região sul, recomendo que faça toda a viagem de carro.

Caso você more em estados mais distantes e tenha disposição para dirigir, vale a pena calcular aqui, quanto você vai gastar de combustível e pedágio para decidir se vale mais a pena fazer toda a viagem de carro, ou fazer de avião e alugar um carro no aeroporto mais perto.

Aeroportos mais próximos de São Joaquim

  • Criciúma = 113 km
  • Florianópolis = 232 km
  • Caxias do Sul = 242 km
  • Navegantes = 323 km
  • Porto Alegre = 333 km
  • Joinville = 389 km

Importante: Recomendo que você conheça a região de carro próprio ou alugado. Os passeios são distantes entre si e um carro facilita bastante os deslocamentos entre São Joaquim e as cidades vizinhas, assim como entre as principais atrações.

Pesquise o preço de passagens aéreas aqui.

Dá para conhecer as atrações da Serra Catarinense indo de ônibus?

Sim, é possível, só é mais desconfortável e não tão prático.

Porém se você não se sente seguro(a) na estrada ou simplesmente não dirige, ok, veja abaixo como chegar até São Joaquim de ônibus e como fazer os passeios pela região

Você vai precisar chegar à rodoviária de Florianópolis e de lá seguir viagem até São Joaquim.

Hora: 18:30h

Duração:  5 horas de viagem – 

Valor da passagem: R$90,00 

Compre sua passagem de ônibus aqui.

Chegando e estando hospedado(a) em São Joaquim, você pode contratar passeios em uma das agências abaixo:

Tribo da Serra

Serra Sul

Graxaim

Se você quiser mais conforto e praticidade pode contratar alguma agência de turismo em sua própria cidade e verificar quanto sai um pacote completo para a serra catarinense, com traslado, hospedagem e passeios a partir de Camboriú ou Florianópolis, por exemplo.

Conta pra gente nos comentários como será sua viagem para a serra catarinense, ônibus, carro ou por agência.

O que fazer na Serra Catarinense

Serra do Corvo Branco

Serra

A Serra do Corvo Branco é um dos principais cartões da serra catarinense. Trata-se de uma estrada muito íngreme e sinuosa por desfiladeiro entre montanhas escarpadas com vistas deslumbrantes.

A partir de Urubici, basta pegar a estrada SC-370 em direção a Aiurê. 

A estrada é bem sinalizada e o GPS dá conta de chegar lá, você não terá dificuldades para chegar à Serra do Corvo Branco.

Morro do Campestre

Outra atração famosa, indo a partir de Urubici, porém no sentido oposto à Serra do Corvo Branco.

O Morro do Campestre fica dentro de uma propriedade particular que, naturalmente, paga-se para entrar e fica bem cheio no final da tarde, principalmente se estiver um dia bonito e for final de semana. Exatamente como estava quando eu fui.

Serra Catarinense
Casal aleatório na foto – Não tive paciência de enfrentar a fila para tirar foto ali.

A dica é: se você for final de semana e o dia estiver bonito, tente se programar para chegar até às 15:30h. É que muitas pessoas vão para lá no final da tarde para ver o pôr do sol e fica difícil entrar, estacionar o carro etc…

Mas vale muito a pena, o visual lá de cima é lindo.

Cascata do Avencal

A Cascata do Avencal é uma queda d’água de mais de 100 metros de altura 

Para visitar a cascata existem dois acessos, ambos pela SC-110:

  • Um dos acessos leva a parte de baixo da cascata e conta com uma trilha pela mata para chegar até a queda d’água.
  • O outro acesso leva a parte de cima da cascata, onde existem dois parques: Parque Mundo Novo e Parque Cascata do Avencal.

No Parque Mundo Novo é onde está localizada a passarela de vidro, uma estrutura que avança sobre o penhasco e permite a visualização lateral da cascata – experiência divertida para quem não tem medo de altura. 

Nesta área há também serviço de restaurante, tirolesa e ampla área para contemplação. Há também uma trilha que leva até outra cachoeira, a Cascata Mundo Novo, exclusiva do parque.

No Parque Cascata do Avencal também há um mirante e a partir dele é possível tirar uma foto da cascata por inteiro, sem cortes. É também onde está a famosa tirolesa que passa sobre a cascata e proporciona uma visão incrível da área. 

Além disso, o parque também conta com passeios a cavalo, trilhas, pedalinho e arco e flecha.

Morro da Igreja e Pedra Furada

Serra catarinense - Morro da Igreja e Pedra Furada

O Morro da Igreja e a Pedra Furada estão dentro do Parque Nacional de São Joaquim e, além disso, também trata-se de uma área militar, pois lá dentro funciona o CINDACTA II, responsável pelo espaço aéreo da região.

Por esses motivos, entrar lá é um pouco mais burocrático que em outras atrações da região, mas vale a pena.

Você deve fazer agendamento por este link: WWW.ICMBIO.GOV.BR/PARNASAOJOAQUIM

Verifique no Centro de Informações Turísticas de Urubici, no centro da cidade, a exigência de ir com um guia. Quando eu visitei o Morro da Igreja existia essa exigência, no entanto pode ter mudado. 

Cascata Véu da Noiva e Cânion do Xaxim

Fica no caminha para o Morro da Igreja e Pedra Furada

Funciona todos os dias das 8 às 18h, conta com estacionamento, lanchonete, banheiros e restaurante.

Além da cascata, de fácil acesso, também tem um cânion que pode ser visitado, através de  uma trilha que também não exige muito esforço.

Gruta Nossa Senhora de Lourdes

Esta é uma atração que toma pouco tempo para visitação e, como fica no caminha para a Serra do Corvo Branco, você pode parar na ida ou na volta.

O espaço é uma caverna natural e a entrada é facilmente encontrada, pois há várias sinalizações e placas indicativas. No local há estacionamento e a entrada de visitantes é gratuita.

A gruta é uma área natural cercada por paredões altos e desde 1944 existe a imagem da Santa no local. A igreja católica desfruta do espaço para celebrar missas, sendo que no mês de outubro a principal delas é a Romaria da Penitência.

Cachoeira Papuã

Serra Catarinense

A Cachoeira Papuã sempre esteve lá e foi local de interesse na região da Serra Catarinense, no entanto em 2020 a atração ganhou um plus.

Seguindo a tendência de diversos lugares no mundo, a Cachoeira Papuã conta agora com uma passarela de vidro com mirante de mais de 100 metros de altura.

O Parque Turístico Cachoeira Papuã conta com excelente infraestrutura, com banheiros, lanchonete e passarelas com acessibilidade para acessar o mirante.

A entrada custa R$20,00 e o parque funciona todos os dias das 8 às 18h.

Cânion das Laranjeiras – Acesso pelo lado sul, Fazenda Santa Cândida

São 12 Km de estrada de terra batida a partir de Bom Jardim da Serra

Por lá, a entrada é mediante o pagamento de uma taxa de visitação e acesso a trilha de R$15,00.

A trilha é feita a pé da sede da fazenda até a borda do cânion e são 2,5 km por trecho. Totalizando 5 Km, ida e volta.

A trilha é de dificuldade média/moderada, começa com uma subida de aproximadamente 300 metros com algumas pedras e depois torna-se mais plana e regular.

Serra Catarinense

O agendamento da visitação pode ser feito através de contato direto com algumas agências e guias de turismo que estão devidamente credenciados e autorizados pelos proprietários.

No entanto, NÃO é obrigatório fazer a trilha com o acompanhamento de um guia. O caminho até o cânion é bem tranquilo.

Como demoramos no cânion um pouco mais que a média dos demais visitantes, quando estávamos quase chegando a sede da fazenda novamente, um funcionário estava indo a cavalo verificar se tinha acontecido alguma coisa ou se tínhamos nos perdido. 

Mas como eu disse, a trilha é autoguiada, com dificuldade moderada e tranquila de se fazer. Minha mãe, com 69 anos, fez essa trilha.

Cachoeira da Neve

A cachoeira ganhou este nome, pois como a queda d’água tem 85 metros de altura e a vazão de água é pequena, em dias muito frios, a água transforma-se em flocos de neve antes de atingir o chão.

Essa queda d’água fica a 4,5 quilômetros do Centro de Urubici e se encontra dentro do Sítio Arroio do Engenho.

A entrada custa R$20,00 e a Trilha do Bugio, que você deve percorrer para chegar na cachoeira, tem 700 metros de extensão, com pontes de madeira, degraus, pedras e raízes. A trilha é escorregadia e precisa bastante atenção.

Confesso que fiquei um pouco decepcionado com a cachoeira em si, mas visite e tire suas próprias conclusões.

Igreja Matriz de Urubici

Seu estilo é uma mistura do gótico das igrejas clássicas da Idade Média Europeia com elementos modernos, motivo que chama a atenção de inúmeros turistas e amantes da arquitetura.

Inaugurada em 1973, foi idealizada pelo Padre José Alberto Espíndola, cujos restos mortais estão no interior da igreja, e foi construída graças às doações da comunidade.

Igreja Matriz de São Joaquim

Serra Catarinense

Localizada na Praça João Ribeiro, totalmente construída em pedra basalto, tirada dos morros próximos e trazida de carro-de-boi. Sua construção teve início em 1918 e foi inaugurada em 1935.

Mirante da Serra do Rio do Rastro

O mirante da Serra do Rio do Rastro, naturalmente fica no topo da serra, logo ao final da belíssima estrada. Portanto, se você tiver ido até a serra catarinense pela Serra do Rio do Rastro, você vai passar por lá. 

A parada é quase obrigatória.

Caso você tenha ido para qualquer das cidades da serra catarinense por outra estrada, basta ir até a cidade de Bom Jardim da Serra, para visitar o mirante e apreciar o visual lá de cima. Só vale a pena se o tempo estiver aberto.

Quando eu viajei para lá, o tempo estava bem fechado quando terminei a subida da serra e a vista não foi lá grandes coisas. Depois o tempo abriu e ficou um dia lindo. 

Serra Catarinense

Você pode se interessar também:

Curitiba é legal, dê uma chance para a cidade.

Gramado, todas as dicas para sua viagem

As 13 melhores praias do Brasil

Vinícolas Serra Catarinense

Todas as vinícolas indicadas abaixo, ficam em São Joaquim. 

Até existem outras boas vinícolas na região da serra catarinense, mas são em outras cidades, fora do roteiro mais turístico (Urubici, São Joaquim, Urupema e Bom Jardim da Serra)

Vinícola Villaggio Bassetti

Onde: km 65 S/N – Rodovia  SC-114  – São Joaquim – Santa Catarina

Site:  www.villaggiobassetti.com.br

Contato: +55 49 99182-8862

Vinícola Villa Francioni

Onde: Rodovia SC- 114, Km 300 – São Joaquim, Santa Catarina

Site: www.villafrancioni.com.br

Contato: +55 49 98801.8382

Vinícola Leone di Venezia

Onde: Rodovia SJM 145, 2800 – Morro Agudo – São Joaquim Santa Catarina

Site: www.leonedivenezia.com.br

Contato: 55 (49) 9.99731135 

Vinícola Monte Agudo

Onde: Rodovia SC 438 km 69,5 – São Joaquim – Santa Catarina

Contato WhatsApp:  (49) 99152 0117

Site: www.monteagudo.com.br

Vinícola Boutique Dalture

Onde: Rodovia SC 114, S/N. Km 302 – 88600-000 – São Joaquim – SC

Contato Whatsapp: (049) 9 9170 8000

Site: www.dalture.com.br

Onde se hospedar na Serra Catarinense

As duas principais indicações são: 

São Joaquim, pois é a cidade com maior infraestrutura da região, assim como a que tem melhores opções de restaurantes e a mais centralizada para quem quer conhecer as demais cidades.

Urubici, pois é a cidade que concentra o maior número de atrativos turísticos da serra catarinense.

As duas cidades possuem acomodações em hotéis, pousadas e também quartos, casas e apartamentos disponíveis pelo AirBnb.

DICA IMPORTANTE: Ao pesquisar sua hospedagem na serra catarinense, verifique se ela oferece calefação no seu quarto, pois isso é imprescindível nos meses do meio do ano.

Faça sua pesquisa de hospedagem clicando na imagem abaixo.

Serra Catarinense

Hotel pet friendly na serra catarinense

A região conta com algumas pousadas e hotéis, onde você poderá levar seu pet sem maiores problemas. São eles:

Existem muitos outros hotéis e pousadas que aceitam pets nas cidades da Serra Catarinense. Ao fazer sua busca no Booking, basta utilizar o filtro do site.

Compras na serra catarinense

As principais compras na região são de bebidas e comidas, como chocolates, queijos, vinhos, mel e doces.

Loja Art & Mel – Compre por lá o delicioso mel de bracatinga, diversos doces e queijos – Fica na estrada que vai para a Serra do Corvo Branco e diversas outras atrações de Urubici.

Chocolates Avencal – Também na estrada para a Serra do Corvo Branco, tem deliciosas trufas e chocolates. A loja é linda e o atendimento excelente.

Como se locomover/ É preciso alugar carro?

Por serem atrações naturais de grande porte, naturalmente as distâncias entre elas são grandes, por isso o jeito mais conveniente de conhecer os principais pontos turísticos da serra catarinense é de carro.

Você até pode chegar à região de ônibus e contratar os passeios com agências de turismo locais, no entanto viajar para lá de carro ou alugar um carro no aeroporto de chegada é o mais indicado.

Você pode alugar seu carro clicando na imagem abaixo. Utilizar a Rentcars para fazer pesquisa de preços te poupa tempo e trabalho de fazer a pesquisa individualmente em cada locadora.

Serra catarinense

Você encontra os melhores preços em um só lugar e ainda contribui com blog para continuar produzindo bons conteúdos de viagens e ajudando outros viajantes.

Quando ir/ Melhor época para conhecer a Serra Catarinense

A região da serra catarinense é famosa pelo turismo de frio e, naturalmente, os meses mais frios são os do meio do ano, principalmente entre maio e setembro.

As chuvas são bem distribuídas durante todo o ano e os meses com menor índice pluviométrico são estes abaixo, na ordem de menor precipitação:

  1. Abril = 93 mm
  2. Março = 114 mm
  3. Agosto = 116 mm
  4. Julho = 119 mm
  5. Junho = 121 mm

A umidade relativa do ar e a pluviosidade são altas o ano inteiro, então é questão de sorte mesmo.

Neve na Serra Catarinense

Como dito no item anterior, muita gente que visita a serra catarinense vai em busca do charme e das particularidades do turismo de frio, dentre elas a neve.

O fenômeno não é tão comum como muita gente imagina e quem se desloca até a região para ver a neve, mora nas cidades próximas.

Se você mora em outras regiões do país, precisa planejar sua viagem com mais antecedência e contar com a sorte, para que a neve caia quando você estiver por lá.

Como se vestir/O que levar para a Serra Catarinense

Tenha uma coisa em mente quando arrumar as malas para sua viagem à serra catarinense, mesmo no verão faz frio a noite e, eventualmente, pode esfriar também durante o dia, por isso leve alguns casacos e calças, ainda que sua viagem ocorra no verão.

Com o título de cidade mais fria do Brasil e com o brasileiro pouco habituado ao frio de verdade, não duvide das temperaturas baixas e se prepare para o que você vai enfrentar por lá.

Como os passeios diurnos envolvem bastante atividade física nas trilhas, você pode até arriscar um short ou bermuda entre os meses de dezembro a fevereiro, os mais quentes (ou menos frios).

As dicas abaixo, no geral, servem para homens e mulheres.

  • Tênis ou bota de trilha
  • Calça legging para usar por baixo da calça jeans
  • Luvas
  • Protetor solar pois a maioria dos passeios é ao ar livre
  • Camiseta de manga longa segunda pele para usar por baixo de toda a roupa, principalmente para sair a noite
  • Casaco, sobretudo, jaqueta ou trench-coats para usar por cima de toda a roupa
  • Cachecol
  • Gorro

Apesar de São Joaquim e Urubici serem cidades com bons restaurantes, não têm uma vida noturna tão badalada quanto Gramado e Campos do Jordão.

Porque são cidades menores, por causa do frio intenso no meio do ano e principalmente por terem muitos passeios diurnos que exigem disposição. A noite, todo mundo está só o pó da rabiola

Remédios/ Hospitais/ Seguro

As cidades da serra catarinense possuem hospitais e unidades de pronto atendimento públicos e privados.

Os remédios que você deve levar, além daqueles de uso regular, são analgésicos e antitérmicos, que nunca podem faltar em qualquer viagem.

As cidades possuem diversas farmácias e não será difícil encontrar medicamentos para qualquer necessidade pontual.

Leve protetor solar, pois os passeios, em sua maioria, são na natureza, em locais abertos.

Seguro viagem

Além de coberturas médicas, em caso de urgência ou emergência, o seguro viagem proporciona alguns benefícios como:

  • Cobertura por atraso ou extravio de bagagens
  • Reembolso por despesas decorrentes de atraso ou cancelamento de voo
  • Acidentes pessoais
  • Atendimento médico, hospitalar ou odontológico

Para fazer seu seguro de viagem, clique na imagem abaixo.

Serra catarinense

Internet/ Telefone/ Comunicação

O telefone funciona muito bem em todas as cidades da serra catarinense, inclusive na maior parte de quase todas as trilhas.

Tem funcionamento também muito bom nas estradas e você não terá qualquer problemas para usar a internet e GPS entre as atrações.

Segurança na serra catarinense

São cidades pequenas, bem policiadas e não tive qualquer sensação de insegurança nos dias que passei em Urubici, Bom Jardim da Serra, Urupema e São Joaquim.

Espero que tenha te ajudado com essas dicas sobre a serra catarinense e que você faça uma excelente viagem para lá.

Qualquer dúvida, correção ou sugestão, deixe aqui nos comentários, abaixo.

Abraço.

Jason Brum

Deixe uma resposta

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Consulte mais informação

Política de Privacidade e Cookies