É seguro viajar de avião?

Saiba as respostas às principais perguntas sobre a segurança do transporte aéreo.

0 35
Seguros Promo

- Advertisement -

É seguro viajar de avião?

Quando você viaja de avião, você é daqueles que dormem como uma pedra ou daqueles que se assustam a cada vez que a luz do cinto de segurança é acionada?

Naquelas discussões de mesa de bar, você é daqueles que dizem que vão até a China de carro, mas não entram no avião ou daqueles que defendem que o avião é um dos meios de transporte mais seguros do mundo?

Daí vem a sempre a pergunta: 

O quanto é seguro viajar de avião?

Então me acompanha no texto abaixo, que eu vou esclarecer algumas dúvidas

A aviação, assim como outras ciências, é uma evolução do espírito empreendedor e inovador da humanidade, ela “encurta” distâncias, aproxima pessoas e faz com que tenhamos à nossa disposição um transporte eficiente, confortável e sobretudo seguro. 

Porém a aviação ainda mexe demais com as fantasias e sonhos das pessoas e por isso acaba se tornando um campo fértil para especulações e MEDO. 

O avião é o segundo meio de transporte mais seguro que existe, somente o elevador tem menos acidentes fatais, em números proporcionais. 

Entre as mortes causadas por acidentes, a aviação está em apenas 7º lugar e estudos comprovaram que viajar de avião é 11 vezes mais seguro que viajar de carro.

Vou responder agora algumas dúvidas que são comuns em pessoas que se sentem inseguras em viajar de avião.

Talvez você se interesse também:

O que são salas vip

Boas maneiras ao viajar de avião

Acidentes aéreos ocorrem com que frequência?

Os dados a seguir são do período de 1995 a 2002 e a tendência é que esse número melhore cada vez mais. 

Referem-se somente a grandes jatos comerciais e a fonte é a Flight Safety Foundation

De acordo com a quantidade de decolagens e quantidade de acidentes ocorridos nesse período, o risco de acontecer um acidente é o seguinte.

Oceania – 01 acidente para cada 5 milhões de decolagens.

América do Norte – 01 acidente para cada 2,5 milhões de decolagens

Brasil – 01 acidente para cada 1 milhão de decolagens.

Como vocês podem ver, estatisticamente falando, em alguns casos é mais fácil ganhar na loteria do que se envolver em um acidente aéreo.

Quais são as causas de um acidente aéreo?

Há uma estatística na aviação dizendo que em média são necessários 5 fatores para causar um acidente aéreo, por isso é tão difícil a investigação de um acidente deste tipo. 

E, ao contrário do que muita gente imagina, fatores meteorológicos são responsáveis por menos de 4% das tragédias envolvendo aviões, na maior parte das vezes (58%) falhas humanas são as causadoras. 

Para se ter uma ideia de como esses grandes jatos comerciais são preparados para enfrentar condições meteorológicas extremas, antes do acidente do Vôo 447 da Air France (Rio/Paris), nunca havia acontecido um desastre dessas proporções com um Airbus A330 por culpa de tempestades e mesmo este acidente já foi constatado que houve falha humana após o congelamento das sondas da aeronave. 

Quais são as fases do vôo que oferecem maior risco de acidente?

é seguro viajar de avião

Segundo um estudo feito pela fabricante de aeronaves Boeing, com dados de acidentes aéreos entre 1998 e 2008, as fases do vôo que concentram os maiores riscos de acidentes são a decolagem, que vai do início da aceleração até a subida inicial (30%) e o pouso e que compreende a aproximação final e aterrissagem (25%). 

Já em altitude de cruzeiro os acidentes são bem mais raros, somente 16%. 

Casos como o acidente com o avião da Gol nos céus de Mato Grosso e do vôo Rio/Paris sobre o Atlântico estão entre os mais improváveis de acontecer.

O maior acidente aéreo da história aconteceu no solo.

No caso de uma colisão, qual lugar do avião é o mais seguro?

Há um consenso no meio aéreo que não existe nenhuma poltrona mais segura que outra, porém analisando dados de diversos acidentes aéreos, o índice de sobrevivência dos passageiros que estavam sentados nas poltronas do fundo da aeronave é muito maior do que aqueles das dianteiras.

Existem aviões mais seguros que outros?

Não. Existem diversos tipos de aeronaves para diversas funções, aqui vamos tratar somente dos grandes jatos comerciais que transportam passageiros. 

As principais fabricantes de aeronaves comerciais do mundo são a Boeing, a Airbus , a EMBRAER e a Bombardier.

Você já viajou ou vai viajar com certeza, em alguma aeronave dessas empresas, portanto saiba que qualquer uma delas desenvolve seus produtos (aviões) dentro das mais rigorosas normas de engenharia e, se  a aeronave voar dentro dos limites da sua homologação e tiver uma manutenção realizada por empresas e mecânicos autorizados, com peças originais dentro dos prazos e limites estabelecidos pelos fabricantes não tem como dizer que uma aeronave é mais segura que outra.

Aviões mais antigos oferecem mais riscos que os mais novos?

Mesmo que um avião já tenha feito milhares de pousos e decolagens, que já tenha voado milhares de horas, ainda assim ele será seguro, desde, é claro, que sua manutenção seja feita religiosamente conforme dita o manual de cada aeronave que é determinado pelo fabricante. 

O que seria mais seguro, um carro com apenas 2 anos de uso, mas que seu proprietário  já rodou uns 80 mil quilômetros sem nunca ter trocado o óleo, revisado os freios e amortecedores, trocado os pneus, limpador de pára brisa ou um carro com 10 anos de uso com peças sempre trocadas dentro do prazo, pneus novos e alinhados, freios revisados?

 Claro que o carro mais antigo vai oferecer mais segurança. Isso vale também para os aviões.

É claro que a cada nova geração, benefícios adquiridos com experiências do passado serão incorporados nas novas aeronaves, o que não impede que as aeronaves antigas também possam desfrutar de algumas novas tecnologias que tragam mais segurança.

E como vou saber se um avião está tendo sua manutenção devidamente realizada?

Quando uma companhia aérea compra uma aeronave de um fabricante ela está também assumindo um compromisso de manter esse avião sob normas rigorosissímas de manutenção, afinal a Boeing, a Airbus ou a EMBRAER não vão querer ver suas aeronaves engrossando estatísticas de acidentes e jogando seus nomes na lama.

É seguro viajar de avião

Uma companhia aérea para vender passagens e para que as pessoas tenham confiança em comprar precisa passar uma imagem sólida, segura e para isso necessita realizar a manutenção regular das suas aeronaves pois é o cliente quem vai decidir por qual companhia voar e ninguém vai querer comprar passagens de uma empresa que tem um avião caindo de 6 em 6 meses por falta de manutenção.

Além de tudo isso citado acima, as companhias aéreas, os fabricantes e o governo fazem checagens regulares para identificar problemas e evitá-los e, aliado aos mecanismos de prevenção, as companhias aéreas e os fabricantes estão sujeitos a pesadas multas ou até mesmo suspensão das atividades por descumprimento da legislação de segurança.

 E aí, deu para esclarecer um pouquinho quanto é seguro viajar de avião?

Gostou do artigo? Deixa um comentário abaixo.

Fui.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More

Privacy & Cookies Policy